Breve histórico da Instituição


 O surgimento de uma instituição superior sucedeu com a abertura do Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) de Lubango na Província da Huila pelo Ministro da Educação. O centro Universitário do Uíge nasceu no circuito da Universidade Agostinho Neto. Com a vinda dos primeiros Directores (Decanos) do ISCED, instituiu-se na província do Uíge o processo de Ensino à Distância. Assim sendo, a Província do Uíge foi contemplada com a indicação de um Coordenador. No Uige, os primeiros estudantes iniciaram no ano académico de 1983/84. Mais tarde, por motivos de carência de recursos humanos (docentes), materiais e financeiras, enfraqueceu este processo.

Em Agosto de 1997, foi inaugurado o CENTRO UNIVERSITÁRIO DO UÍGE por Sua Excelência Ministro da Educação Dr. António Burity da Silva Neto na presença do Excelentíssimo Sr. Ex-Governador Serafim Cananito Alexandre, o Professor Doutor Carlos Diakanmwa, então Vice-Reitor e Representante da Reitoria da UAN e sob olhar do Professor Doutor Eduardo Augusto Kambua, ex-Decano do ISCED.

Em Dezembro de 1997, deu-se início do ano Académico com os Cursos de Psicologia e Pedagogia.

 

A criação de uma Universidade na VIIª Região Académica é parte do projecto político do Executivo angolano sob orientação do Presidente da República, o Eng.º José Eduardo dos Santos, apresentado em proposta da Secretaria de Estado para o Ensino Superior. A Universidade KIMPA VITA (UNIKIVI), foi fundada pelo decreto-lei n° 7/09, de 12 de Maio de 2009 aprovado pelo Conselho de Ministros. Com este novo facto foram agregadas as instituições de ensino superior então existentes nas províncias do Uige e do Kwanza-Norte.

 

A UNIKIVI é, nos termos da Lei e do seu Estatuto, uma pessoa colectiva de direito público, dotado de autonomia estatutária, científica, pedagógica, administrativa, financeira e disciplinar, destinada à formação de quadros superiores nos diversos ramos do saber.

 

A UNIKIVI garante a liberdade de criação científica, cultural e tecnológica, numa perspectiva de respeito e promoção da pessoa humana, da comunidade e do ambiente; assegura a pluralidade e livre expressão de opiniões; promove a participação de todos os corpos universitários na vida académica comum e assegura métodos de gestão democrática pelo exercício da eleição directa de representantes, como expressão maior daquela participação.

 

No âmbito da sua autonomia, a UNIKIVI pode realizar acções comuns com outras entidades públicas ou privadas, nacionais ou estrangeiras.

 

A UNIKIVI, pode por si ou por intermédio das suas unidades orgânicas, criar e participar em associações ou empresas com ou sem fins lucrativos, desde que as suas actividades estejam em conformidade com as disposições legais vigentes.